jc-jardim-alma-mexicana-frida-kahlo-destaque3
Paisagismo

Um jardim com a alma mexicana e o coração de Frida Kahlo

Hoje quero dividir com vocês a história de duas mulheres separadas pelo tempo, mas conectadas por uma grande paixão: a beleza em todas as suas formas. De um lado, a pintora mexicana Frida Kahlo. Do outro, Paula Bergamin, a arquiteta das paisagens. Por capricho do destino, as almas ensolaradas se encontraram no “Jardim da Frida Kahlo”, criado por Paula em homenagem à artista na Casa Cor Rio 2015.

O jardim é um verdadeiro autorretrato pincelado a quatro mãos. Suas essências se misturam entre cores, plantas e texturas, revelando semelhanças marcantes que tornam até difícil perceber onde uma influencia a outra. Já não se sabe mais o que vem de Frida ou de Paula: se a artista reina entre tintas e pincéis, a paisagista nos fascina com o encanto de suas composições; e quando trocam os papéis, Frida busca inspiração na botânica e Paula colore a vida com a alma mexicana.

jc-jardim-alma-mexicana-frida-kahlo-15jc-jardim-alma-mexicana-frida-kahlo02jc-jardim-alma-mexicana-frida-kahlo-14

– Durante as pesquisas, descobri que a Frida era conhecedora de botânica. Ela expressou essa paixão em suas obras e até no seu visual. Analisando os quadros, há uma forte presença de cactos, azaléias, bouganvilles, brincos de princesa e outras espécies. A maior surpresa, no entanto, foi descobrir que ela criou o próprio jardim na casa onde viveu com Diego Rivera, o amor de sua vida. Ela teve uma relação muito íntima e afetiva com o jardim – explicou Paula.

As semelhanças não param por aí. As duas compartilham uma intensa paixão pela vida. São mulheres apaixonadas que nos encantam com autorretratos em papéis e paisagens. Outra curiosidade: o uso de plantas nativas, uma característica marcante nos trabalhos de Paula Bergamin, também é um princípio que Frida seguiu não só no jardim pessoal, mas também em sua obras.

jc-jardim-alma-mexicana-frida-kahlo-10jc-jardim-alma-mexicana-frida-kahlo-11

O “Jardim da Frida Kahlo” é uma releitura de todos esses aspectos com uma mistura de tradição e modernidade. Há muitas referências à casa e ao estilo de Frida: o tanque de água revestido em pedras; suas plantas favoritas; o ateliê de criação; a icônica frase do diário da artista; e a paleta de cores intensa, com destaque para o “azul-frida” que emoldura uma coletânea de detalhes que fazem o coração bater ainda mais forte!  

jc-jardim-alma-mexicana-frida-kahlo-16jc-jardim-alma-mexicana-frida-kahlo-06jc-jardim-alma-mexicana-frida-kahlo-19jc-jardim-alma-mexicana-frida-kahlo-08jc-jardim-alma-mexicana-frida-kahlo-09

Várias espécies de cactos e suculentas compõem o jardim. Também há agaves, yucas, azaléias, bouganvilles, petúnias e brincos de princesa, além de plantas aquáticas e outras espécies.

– Um jardim deve ser um lugar aconchegante que você goste de ficar, mas também deve ter uma função ou várias. O Jardim da Frida Kahlo é um espaço multifuncional, bom para ler, descansar, fazer as refeições, receber os amigos e até trabalhar – disse Paula.

Os móveis de ferro, pintados em tons de azul, evocam lembranças do carinho e aconchego das casas das nossas avós. O jardim tem até um balanço em contraste com outros elementos mais modernos, como o mobiliário produzido a partir de garrafas PET. É interessante notar que essas peças refletem nuances bem particulares do estilo de Paula, como a paixão pela reciclagem e o jeito divertido e bem-humorado de criar um jardim.

jc-jardim-alma-mexicana-frida-kahlo-13jc-jardim-alma-mexicana-frida-kahlo-07jc-jardim-alma-mexicana-frida-kahlo-03

– O resgate de memórias é um traço que valorizo muito, seja com a utilização de peças recicladas ou o garimpo de peças antigas que as pessoas não usam mais. Gosto de repaginar móveis e objetos, criando novas peças com cores e formas diferentes. É o jeito que encontrei de trazer para o presente várias coisas inteligentes do passado. Boas ideias não devem ser abandonadas, elas podem ser sempre reeditadas – revelou a paisagista.

A sofisticação deste jardim está na simplicidade. É lindo ver como os elementos tradicionais das “casas de vó” se integram de um jeito tão charmoso e atual. Tem mesinha de pintura, mesa de chá, uma explosão de cores, pintura em grafite imitando ladrilhos hidráulicos e vasinhos de flores na parede. Ah! Tem também um detalhe que não podia faltar: uma referência aos famosos autorretratos de Frida Kahlo, que foram materializados na forma de espelhos decorativos na parede.

jc-jardim-alma-mexicana-frida-kahlo-18jc-jardim-alma-mexicana-frida-kahlo01

Outro destaque no jardim é a pérgola-atelier com estrutura de eucalipto de reflorestamento, emoldurada pela parede azul, com pitadas de rosa pink nas bouganvilles e no mobiliário. O teto verde surpreende com a composição de dianelas variegatas, proporcionando maior conforto térmico e integração com a natureza.

jc-jardim-alma-mexicana-frida-kahlo-17jc-jardim-alma-mexicana-frida-kahlo-20

Diante disso tudo, não preciso nem dizer que AMEI o jardim. Fiquei muito emocionada durante a visita e a conversa com a Paula, e espero ter conseguido expressar a grandeza e a importância deste trabalho que me marcou para sempre. É um jardim emocionante, carregado de boas energias. É também meu autorretrato. O de Paula. E o de várias pessoas que passaram por lá. Quem nunca, na vida, se reconheceu em Frida? Somos todos Fridas.

Serviço

A exposição estará aberta ao público até 13/10 (3ª feira). Vale a pena visitar o lindo Jardim da Frida Kahlo para sentir de perto toda essa emoção.

  • Casa Cor Rio 2015
    Período: de 01/09 a 13/10
    Local: Vila Aymoré
    Endereço: Ladeira da Gloria nº 26 – Glória
    Horário de visitação: de terça a domingo, incluindo o feriado de 12/10, das 12h às 21h
    Valor dos ingressos: dias de semana, R$ 44 (inteira) e R$ 22 (meia); sábado, domingo e feriado, R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia).

Ah! Fiquei muito feliz em saber que o projeto ganhou o Prêmio O Globo – Casa Cor 2015, na categoria Especial.

jc-jardim-alma-mexicana-frida-kahlo-21jc-jardim-alma-mexicana-frida-kahlo-04


> Créditos das fotos: Jardim do Coração (com marca d’água) e André Nazareth

Um beijo no coração!

Post anterior Próximo post

Você também vai gostar! :)

  • Caramba, Alice, fico boba com seus textos. Vc escreve muito! São quase poesias! E o que falar desse jardim maravilhoso? Qualquer coisa inspirada na arte de Frida Kahlo é maravilhosa. O famoso azul da casa dela, a alegria da mistura de cores… sem palavras mesmo! Belíssimo trabalho da Paula Bergamin, mais que merecido o prêmio. Vc devia ganhar um pelo texto tb!
    Um super beijo!

    • Ai, Manu, obrigada pelo carinho! Amo escrever, esta sempre foi a maior de todas as minhas paixões. Antes, achava difícil mesclar isso com decoração e paisagismo (aparentemente, tão nada a ver!), mas é com essa poesia que enxergo o mundo e hoje isso faz muito sentido pra mim.

      Saí da Casa Cor apaixonada por esse jardim, doida, doidinha pra pintar um muro de azul e brincar de colorir, como a Paula fez com tanta maestria!

      Um beijo!!

  • Beatriz

    Ai que lugar incrível! Adorei a decoração e plantinhas no meio de todas as essas coisas coloridas. <3 Sempre que eu entro aqui tem fotos de lugares maravilhosos e eu fico com vontade de conhecer. :)

    Beijos!

    • Ahhhhh, que fofa!!! Fico feliz em poder compartilhar tantos lugares lindos e inspiradores por aqui! <3
      Um beijo, querida!!

  • Sou apaixonada pela Frida Kahlo, tô apaixonada por esse jardim. Acho que o espaço inteiro, tanto no uso das cores quanto das plantas, tem a alma da Frida, e apesar de não poder visitar a exposição pessoalmente, me senti estando lá através das suas palavras. ♡

    E concordo com Manuela. Você devia ganhar um prêmio pelo texto também!

    • Obrigada pelo carinho, querida!!! Amo escrever e fico sempre muito feliz quando vejo que alguém aí do outro lado da telinha também sentiu prazer ao ler o que escrevi. O espaço é realmente inspirador, não dá vontade de ir embora, a gente se reconhece e se entende naquele lugar. É inexplicável. A Paula deu um toque de mágica nesse jardim, só pode!
      Um beijo, flor!!

  • Camila Lacerda

    Como não amar né Alice? *-*
    Essa frase da Frida é maravilhosa…
    A Casa cor é demais também…

    http://www.chaeamor.com

    • Impossível, né? É um projeto muito sensível. Apaixonante como a Frida! <3
      Um beijo, flor!!

  • Bru Santos

    Que jardim mais lindo! Estou encantada com tamanha beleza e diversidade!
    Deu vontade de ter um desses aqui na minha humilde casinha. rs

    Beijinhos :)
    Bru Santos ♥
    http://www.queseame.com

    • Lindo e com uma riqueza de simplicidade encantadora, né? Também fiquei com muita vontade de ter um jardim como este, mas por aqui ainda falta a casinha (moro em ap!). Mas fico feliz em saber que esse projeto tão lindo inspirou seu coração! :)
      Um beijo, flor!!

  • Oi Alice! Primeiramente parabéns pelo seu blog. Estou apaixonada, encantada! “Segundamente” o que são os móveis desse espaço? Fiquei maravilhada!
    Obrigada por compartilhar. Beijo!

    • Oi Grazy, muito obrigada pelo carinho! Também adoro o seu blog, com a escrita sempre tão sensível e afetuosa.
      Esses móveis com carinha de casa de vó são mesmo um amor! Sou apaixonada por eles! <3
      Um beijo, flor!

  • Inara Souza

    Que lugar lindo! E quantos móveis maravilhosos! Adorei as cores… tudo! <3

    Beijos,
    Inara
    http://www.casinhaarrumada.com

    • Obrigada pelo carinho, Inara!! :)
      Feliz em saber que vc gostou!
      Um beijo no coração!