Tags

plantão de dúvidas

jc-como-cuidar-de-cactos-e-suculentas-alicesaraiva
Paisagismo

Bate-papo #1: Como Cuidar de Cactos e Suculentas

Estava de férias em Buenos Aires quando recebi o e-mail da leitora Vanessa Assumpção, preocupada com o estado da sua suculenta Sedum. As folhas estavam amareladas, seguindo um roteiro dramático que você já deve ter visto por aí: as folhinhas amarelam, murcham e caem sobre a terra num loop sem fim. Posso até imaginar o susto que ela levou ao ver aquele mar de folhinhas despencando da sua suculenta. Só quem ama essas fofuras é capaz de entender, não é verdade?  

Bom dia, Alice!

Desculpe te incomodar por aqui.

Preciso de uma ajuda: tenho uma Dedinho-de-moça (Sedum burrito) e ela fica dentro de casa e molho uma vez por semana, dessa última vez que molhei tinha um monte murcha e solta da terra, fiquei tão triste, adoro esse tipo de planta! Tem alguma forma de recuperar? Preciso desse help pra salvar minha plantinha. Desde já, obrigada.

Abraço,

Vanessa

A primavera portenha inspirou meu coração e decidi não só compartilhar essa dúvida com vocês, mas também gravar um vídeo explicando detalhadamente como salvar uma suculenta nessas condições e evitar problemas como este. Aqui você vai aprender tudo que precisa saber sobre o cultivo de cactos e suculentas: como regar, o melhor tipo de solo, a iluminação adequada, o ambiente ideal… e muitas dicas, em um bate-papo leve e descontraído! :)

Assista ao vídeo ou, se preferir, leia aqui o post completo. Aproveite e inscreva-se em nosso canal no YouTube para acompanhar todas as novidades em primeira mão:

Continuar lendo

Trepadeira jasmim-estrela
Paisagismo

Trepadeiras com flores para conquistar seu coração

“A varanda da casa da minha mãe é enorme e aproveitei para fazer um terraço. Que tipo de planta pendente ou trepadeira posso plantar que feche bem? É uma rua movimentada e tira a privacidade que busco. Em volta, coloquei uma tela de aço galvanizado – o que, acredito, dificulta a trepadeira a agarrar. Quero uma que dê bastante flores, mas posso mesclar com uma só com folhagens.”

Katia – Rio de Janeiro

Continuar lendo